6 de dez de 2011

2ª SEMANA de DEZEMBRO

Nesta semana trazemos dois temas, escolha um ou participe dos dois.


Tema I - PENSAMENTO DA INFÂNCIA
Vamos voltar à infância? 

Temos de admitir que, quando crianças, as "artes" que fazemos nos parecem a coisa mais fantástica do mundo e, depois de adultos, realmente eram fantásticas as "artes" que fizemos. 

Vamos contar algo de muito especial que fizeram os adultos chorarem e nos fizeram o ser mais feliz do mundo! 

Boa inspiração.



Pensamentos da infância
Blog de Kiro Menezes - Palavras Rasgadas


" Eu vi como faziam os grandes
pegavam a canetinha
desenhavam de montes
faziam risquinhas


e giravam
giravam
aquele mais estranho
que tinha duas perninhas
e segurava em cima
fazendo circulozinho!


E claro que já sou muito grande
e fiz igualzinho
Girei girei...
Fiz um monte de circulozinhos
e risquei... e risquei...


Meu pai ficou muito contente
quando viu meu trabalho na frente
chorou... chorou...


Eu sei, gente grande é diferente
Eu choro quando dói! e toda gente!
Mas gente grande não!
gente grande não se joga no chão
Gente grande chora de emoção
fica feliz e chora...
chora...


Meu pai ficou muito contente!
Chorou tanto!!! "


TEMA II - É hora de consciência:
Fim de ano! Festas, viagens, famílias distantes.



Frente à porta do elevador,
vai ao solo o inoxidável Eterna Matic
Vidro traseiro para um lado..........Caixa, 
(pernas amortecedores),
......................................................
Máquina para o outro


Não sei, se a eternidade tem remendo
Porém, como é frágil seu conceito!


07-12-2012
João Luis Calliari Poesias


Na reflexão de João Luis, qualquer doce momento pode ser destruído por um descuido seu ou do outro.
Vamos poetizar a consciência! Venham dar seu grito de alerta, a importância da vida, o amor derramado sobre o outro!


Estão livres para encontrar a imagem que ilustre o sentimento de seus escritos!


Um beijo terno de sentimento de pura felicidade a todos os participantes.


Inscrições até 16/12/2011





Beijocas da Kiro ^_^•

Parabéns a todas as participantes da semana --
e um abraço especial às vencedoras!!!


10 comentários:

Anne Lieri disse...

Que legais os temas dessa semana!Eu irei participar,mas ainda não escolhi qual dos dois!Parabéns pela criatividade!bjs,

✿ chica disse...

Lindos temas ! Vamos ver!!!beijos,linda semana,chica

✿ chica disse...

Aqui , minha participação:

http://sementesdiarias.blogspot.com/2011/12/artes-da-chiquinhars.html


beijos,chica

Anne Lieri disse...

Oi!Passei para deixar minha participaçao e agradecer pelo selinho tão bonito da semana passada!Bjs,

http://menina-voadora.blogspot.com/2011/12/primeira-leitura.html

Anne Lieri
Menina voadora
ameninavoadora@gmail.com

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Não sei porque a postagem ficou embolada... Paciência!!!
http://espiritual-idade.blogspot.com/2011/12/dia-13-minha-musica-favorita-em-2011.html
Bjm de paz

Orvalho do Céu disse...

Olá, pessoal!!!
Es o link da minha segund aprticipação:
http://espiritual-poesia.blogspot.com/2011/12/pensamento-da-infancia.html
Boa sorte para todos!!!
Bjm de paz

leandroaleixo disse...

Os dois sao maravilhosos...!tbm achei a postagem meio embolada..mais ta valendo..adoro festas,ficaria com esta.vlwlw!

João Ludugero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Ludugero disse...

SAUDADE COM OS PÉS NO RIACHO
www.ludugero.blogspot.com

Na minha Várzea das Acácias,
o rio Joca formava o poço dos Damas,
que ficava lá no riacho de água salobra,
parte da vida era levada na beira do rio
onde a gente lavava a alma
Ao dar mergulhos agarrados na coragem
de enfrentar a contra-corrente.
Num dia de chuva,
por pouco, menino levado da breca que era/sou,
não me deixei
levar pela enchente,
por sorte
acho que a correnteza
me era assim
tal qual uma conhecida amiga
que me empurrou para o outro lado do Joca.
De lá pra cá, me acostumei com as águas
e nunca mais tirei os pés do rio.
Por isso que ainda sinto salobra
a água morna molhar meu rosto:
É a saudade que se debulha
em meus olhos d'água.
Lembro quando minha mãe Maria
tocava seus pés na água rasa.
E, na memória ficou a doce lembrança
daquela terna imagem emoldurada.
Recordo-me que desde cedo
eu aprendi a nadar. Será?
Então se aprendi, porque que o meu peito insiste
em querer-me afogar nessas águas rasas?
Acabo assim marejado,
de olhar submerso em lágrimas,
pois sei que minha mãe Maria não vai mais voltar...
Mas quero guardar comigo aqueles instantes eternizados
em que a vi molhando os pés no riacho...
E, ao que parece, eles estarão lá para sempre,
porque sonho acordado com essa paisagem da minha infância,
que o rio emoldurou no cerne
do meu coração tão varzeano!

Irene Moreira disse...

Olá meninas!

Esta semana não consegui participar deste tema tão lindo e marcante em minha vida! Um final de semana agitado, pois é niver de maridão e da minha maninha Lu.
Saibam que tenho um carinho muito grande por este cantinho do idéias compartilhadas.

Havia preparado o rascunho da postagem
que segue abaixo.

O Natal na minha infância
Era um momento de magia
Aguardando o Papai Noel
Com meu presente de Natal.

Quando na árvore chegava
Um presente sempre havia
Que muito me agradava
Mas não era o que pedira.

Papai e mamãe emocionados
Admiravam a minha alegria
Quando via a linda boneca
Em vez do piano que pedira.

JUnto a caixa de presente
Havia um pequeno envelope
Contendo um bilhetinho
Dizendo "Vale um piano".

Acreditava nessa magia
E guardei muitos vales
Dentro de uma caixinha
Esperando estes presentes.

Feliz foi minha infância
Onde minha linda família
Fez eu viver esse encanto
De ver o Natal como um sonho.

Vou finalizar na Vitrine de Sonhos para homenagear esse momento Natalino.


Agradeço a premiação na 1ª Semana e já estou levando o selinho.


Beijos e um ótimo domingo