25 de fev de 2012

A Chica disse: " Cadê?"

Se a Chica disse...
Fui a procura... 
Mas antes tenho que me redimir com vocês amigas que sempre compartilham aqui.
E mais ainda com a Dora e a kiro, minhas parceiras.
Estive tão envolvida com a criação do Parablogs, meu mais novo filhote, e com alguns trabalhos, que me perdi no entusiasmo.
Blogar pra mim é uma diversão. E mexer no blogger é mais ainda... e quando aprendo uma coisa nova?
Meudeuzooo, fico boba que só eu só!!
A Rosélia, me possibilitou nestes últimos 3 meses um aprendizado especialíssimo!!
O que não justifica eu ter abandonado os outros blogs, né? Concordo. 
Com as bochechas vermelhinhas como amoras (amorinha, né Kiro?), peço desculpas pela minha falta de atenção e indelicadeza com vocês.
Valeu Chica... Te peço... faça sempre isso! 
Uma sacudidela dessas é muito boa. Obrigada!
Vamos ao novo tema então?
Carnaval! 
Eu particularmente odeio!
É muito barulho recheado de bumbum e peitos... srsrsrs
Se pensa em Brasil... logo vem a mente o que? Carnaval!
Achei interessante a ideia da blogueira Beth, que montou um bloco de blogueiros mascarados.
A Chica e a Ro fizeram parte do bloco.
O samba nasceu para a descontração do povo, mas em pouco tempo tornou-se um produto para consumo rápido. O que nada mais é do que um carnaval. Uma mistura...
Hiiiiiii!! Tô me esticando em demasia, rsrsrs
Bom o tema é Carnaval.
Quem já não disse ou escutou essa expressão: Tá parecendo um Carnaval!?
Vamos então criar uma personagem que vai a uma festa à fantasia e lá descobre que a sua vida na verdade não passa de um... Carnaval,  e que está na hora de descer do carro alegórico.
E daí... tá bom pra vocês?
Mãos no teclado intão pra inscrevinhá...
Tô aqui de olho só esperando quem vai despontar primeiro...


Por
Sonia Fátima


PARTICIPAM DESTA SEMANA
* CHICA
* ANNE
* ROSÉLIA

13 de fev de 2012

3a. Semana de Fevereiro - Tema: Ode



"Ode
Poema grego de gênero lírico, e caráter entusiástico onde se exalta algum tema ligado à nobreza de sentimentos ou personalidade ilustre, bem como de algum evento marcante da história. Seus versos que compõe um longo poema com rimas, divididos em estrofes, e são destinados ao canto. Normalmente possui estilo formal e cerimonioso." 
Fonte: autores.com.br

É isso aí, caros poetas. Mais uma semana dedicada ao aprimoramento da nobre arte de escrever. Afinal, não se deve ostentar o título de "poeta" ou "escritor(a)" sem o devido conhecimento. Escrever não é fácil, e é coisa séria. Portanto, aqui vai o nosso desafio. Vamos compor Odes à vida, à liberdade, à honestidade, ao amor, enfim, Odes ao que vocês quiserem, posto que à Ode não se impõem limites. Trata-se de um gênero cujas características são a grande extensão, o profundo conhecimento daquilo sobre o que se fala e o vernáculo sempre bem empregado. Bom, deixá-los-ei com a belíssima Ode à Poesia, de Pablo Neruda, como magnífico exemplo a ser seguido. Boas composições para vocês!

Ode à Poesia


Perto de cinqí¼enta anos
caminhando
contigo, Poesia.
A princí­pio
me emaranhavas os pés
e eu caí­a de bruços
sobre a terra escura
ou enterrava os olhos
na poça
para ver as estrelas.
Mais tarde te apertaste
a mim com os dois braços da amante
e subiste
pelo meu sangue
como uma trepadeira.
E logo
te transformaste em taça.
Maravilhoso
foi
ir derramando-te sem que te consumisses,
ir entregando tua água inesgotável,
ir vendo que uma gota
caia sobre um coração queimado
que de suas cinzas revivia.
Mas
ainda não me bastou.
Andei tanto contigo
que te perdi o respeito.
Deixei de ver-te como
náiade vaporosa,
te pus a trabalhar de lavadeira,
a vender pão nas padarias,
a tecer com as simples tecedoras,
a malhar ferros na metalurgia.
E seguiste comigo
andando pelo mundo,
contudo já não eras
a florida
estátua de minha infí¢ncia.
Falavas
agora
com voz de ferro.
Tuas mãos
foram duras como pedras.
Teu coração
foi um abundante
manancial de sinos,
produziste pão a mãos cheias,
me ajudaste
a não cair de bruços,
me deste companhia,
não uma mulher,
não um homem,
mas milhares, milhíµes.
Juntos, Poesia,
fomos
ao combate, í  greve,
ao desfile, aos portos,
í  mina
e me ri quando saí­ste
com a fronte tisnada de carvão
ou coroada de serragem cheirosa
das serrarias.
Já não dormí­amos nos caminhos.
Esperavam-nos grupos
de operários com camisas
recém-lavadas e bandeiras rubras.

E tu, Poesia,
antes tão desventuradamente tí­mida,
foste
na frente
e todos
se acostumaram ao teu traje
de estrela cotidiana,
porque mesmo se algum relí¢mpago delatou tua famí­lia,
cumpriste tua tarefa,
teu passo entre os passos dos homens.
Eu te pedi que fosses
utilitária e útil,
como metal ou farinha,
disposta a ser arada,
ferramenta,
pão e vinho,
disposta, Poesia,
a lutar corpo-a-corpo
e cair ensangí¼entada.

E agora,
Poesia,
obrigado, esposa,
irmã ou mãe
ou noiva,
obrigado, onda marinha,
jasmim e bandeira,
motor de música,
longa pétala de ouro,
campana submarina,
celeiro
inextinguí­vel,
obrigado
terra de cada um
de meus dias,
vapor celeste e sangue
de meus anos,
porque me acompanhaste
desde a mais diáfana altura
até a simples mesa
dos pobres,
porque puseste em minha alma
sabor ferruginoso
e fogo frio,
porque me levantaste
até a altura insigne
dos homens comuns,
Poesia,
porque contigo,
enquanto me fui gastando,
tu continuaste
desabrochando tua frescura firme,
teu í­mpeto cristalino,
como se o tempo
que pouco a pouco me converte em terra
fosse deixar correndo eternamente
as águas de meu canto.


Autor: Pablo Neruda



Boa sorte a todas as participantes!
Aguardamos os link`s até sexta-feira dia 17/02/2012. Caprichem meninas.

Bjs

Auxiliadora RS

4 de fev de 2012

FESTA!!

Gente neste sol.
Com este calor, não tem condições de fazer festa cedo não é mesmo?
kkkkkkkkkk
Desculpas...nem fiquei vermelha, srsrs
Eu não entendi o porque que estava dando erro no meu Email.
Não estou com a caixa cheia. Vai saber.
Mas que bom que vocês conseguiram enviar os selos.
Comecei desde cedo a montar a nossa festa, mas como estou na casa da minha mãe.
A internet é devagar...PARANDO, mesmo.
Eu tenho modem especial só pra quando venho aqui em Poa.
Lento que só ele.

Vamos tomar um chá?
Ou preferem um suco bem gelado. Natural é claro.


Bolo? Salgadinho?
Espero que ninguém esteja de dieta.
Fiquei horas no fogão fazendo. (até parece!)

Lembram da primeira edição?
Um continho.
O que poderia ter acontecido com a moça se tivesse dito eu te amo.
Foi o inicio da nossa parceria.
Então eu só posso dizer... Obrigada!






Tudo o que somos e aprendemos tem um pouquinho de cada uma de vocês.
Este blog nada seria sem a participação de vocês.
Vocês é fazem ele brilhar e incentivam a continuarmos.
Festa de 150 seguidores?
Não.
Festa pra vocês que estão sempre aqui conosco.
CHICA

DUAS MOÇAS PRENDADAS

IRENE MOREIRA
ANNE

Muitas palmas!
Muitas palmas!
Muitas palmas!

Com muito carinho equipe do Idéias Compartilhadas
Kiro Menezes
Auxiliadora
Sonia Fatima